terça-feira, 23 de maio de 2017

Bernardo Rossi e Gilda Beatriz recebem donos de clínicas veterinárias para resgatar parceria para castrações de animais domésticos



O prefeito Bernardo Rossi recebeu na terça-feira (23.05) quinze empresários donos de clínicas veterinárias com o objetivo de resgatar a parceria entre eles e a prefeitura para a castração e controle de animais abandonados. O encontro aconteceu na sede da prefeitura e contou com a presença da coordenadora do Departamento de Bem-estar animal, Elizabeth Amorim e da vereadora Gilda Beatriz. O governo anterior deixou o convênio de lado, além de uma dívida de R$ 204 mil reais referentes à castração de animais. Agora, a ​p​refeitura, ao lado dos veterinários, vai elaborar um protocolo para selecionar os casos em que o atendimento é realmente necessário.

“O nosso objetivo é recuperar os parceiros e voltar a cuidar da questão dos animais de maneira responsável e transparente. Precisamos aprender com os erros passados e melhorar o atendimento. Estamos trabalhando muito para recuperar a credibilidade da p​refeitura e a presença de todos esses empresários mostra que estamos no caminho certo”, destaca Bernardo Rossi.

Pelo convênio antigo, as ONGs que cuidam de animais de rua contratavam clínicas veterinárias credenciadas pela p​refeitura para a castração. Há pelo menos três anos o projeto foi deixado de lado, e alguns casos, os empresários sequer receberam. O veterinário Luiz Antônio Costa, que esteve presente na reunião, solicitou a criação um protocolo para atendimento, que foi atendido prontamente pelo prefeito.

“Precisamos criar um protocolo para o atendimento. Existem casos que as pessoas têm condição de fazer e tiram a oportunidade de quem não tem. Em conjunto, podemos criar um método para que isso não aconteça. Nós também precisamos ter responsabilidade com o dinheiro público”, disse.

Segundo Elizabeth Amorim, a retomada dessa parceria vai permitir que o serviço chegue em diversos locais da cidade.

“O castramóvel é mais pontual. Em cada momento pode atender uma região. Essa parceria é fundamental, já que podemos atender a cidade como um todo. A preocupação do prefeito com a questão animal é muito contundente, vamos obter um resultado muito positivo”, disse.

A vereadora Gilda Beatriz destacou o trabalho em conjunto entre a p​refeitura e os veterinários. 

“Recebemos o empresariado local para mostrar que o prefeito Bernardo Rossi está muito empenhado nessa questão. Essa parceria será benéfica para todos”, disse. 

Um novo encontro está marcado para o dia 19 de junho para a apresentação desse protocolo.
Leia mais...

sábado, 20 de maio de 2017

Prefeitura convida clínicas veterinárias para retomar parcerias para castrações de animais domésticos



A Prefeitura de Petrópolis vai retomar o programa de castração de animais domésticos. O anúncio foi feito durante uma reunião realizada na última quarta-feira (17.05), entre o prefeito Bernardo Rossi e a vereadora Gilda Beatriz, ferrenha defensora da causa no legislativo.

“O governo passado interrompeu as parcerias em 2013, deixando dívidas que hoje dificultam a volta do projeto. Indiquei ao executivo a necessidade da volta das parcerias e apesar de todas as dificuldades encontradas o prefeito Bernardo Rossi ratificou seu compromisso com a causa mostrando que entende o tema como uma questão de saúde pública”, enfatiza a vereadora.

Representantes de clínicas veterinárias serão recebidos no dia 23 de maio, terça-feira, às 11:30, na sede da prefeitura. 

“Em apenas cinco meses o governo encaminhou o projeto que vai viabilizar a substituição das charretes para o Ministério do Turismo, já em andamento. Anunciou a aquisição de 400 microchips para identificação animal, que serão utilizados no curral público, em Itaipava. E agora, além dar andamento a licitação do Castramóvel, iniciou o procedimento para trazer de volta as castrações mensais. O prefeito Bernardo Rossi demonstra responsabilidade e sensibilidade ao entender a luta dos protetores que, durante muitos anos, assumiram o papel do poder público. O prefeito vai entrar para história quando concluir esse processo. Espero que todas as clínicas enviem representantes para ouvir a proposta do governo”, completa.   
Leia mais...

Câmara faz sessão itinerante na Escola Municipal Josemar Contage



A Escola Municipal Josemar Contage, em Corrêas, será o palco da sessão itinerante de maio da Câmara Municipal de Petrópolis. O evento acontece a partir das 19h, na próxima terça-feira (16/5), por indicação da vereadora Gilda Beatriz (PMDB). A sessão itinerante segue os mesmos moldes de uma sessão comum na Câmara, com leitura de indicações e moções, apresentação de requerimentos e votação de projetos de lei.

"Temos a chance de estreitar os laços com a comunidade do bairro, nos aproximando mais da sociedade e fortalecendo nossa função de representantes da população", comenta a vereadora. Na ocasião, os vereadores vão usar o pátio da escola para atender as demandas expostas pela comunidade.

Uma das finalidades do projeto Câmara na Comunidade, que vem sendo desenvolvido pelo legislativo petropolitano há alguns anos, é antever as aspirações populares, visando intervir junto a cada comunidade, como interlocutor no estudo de seus problemas, encaminhando suas propostas aos setores competentes da Administração Municipal.

Desde a edição do mês passado, que foi realizada no Sargento Boening, o bairro que sedia o projeto recebe no dia do evento, em horário anterior, a visita de representantes do Governo Municipal para que esses possam tomar conhecimento das ações necessárias que serão demandadas em seguida pela Câmara. "Essa iniciativa foi atendida pelo prefeito Bernardo Rossi, a partir de uma demanda minha e dos demais vereadores, e vem gerando bons resultados, fortalecendo ainda mais o nosso projeto", destaca o presidente da Casa, vereador Paulo Igor (PMDB).

Gilda Beatriz lembra que muitas pessoas não tem tempo para assistir sessões na Câmara, ou mesmo para trazer suas reivindicações aos gabinetes dos vereadores. Assim, levando uma vez por mês as sessões a algum bairro, o Poder Legislativo facilita o acesso das pessoas aos vereadores. "As sessões acontecem sempre no período noturno para que mais moradores participem e apresentem aos parlamentares suas demandas", explica.
Leia mais...

quarta-feira, 10 de maio de 2017

Ação no Centro de Petrópolis vai marcar o “Dia Municipal de Conscientização e Orientação sobre o Lúpus”



Com o objetivo de informar e orientar a população acerca do que é a Doença de Lúpus, suas causas e qual o tratamento necessário, será realizada uma ação de conscientização  de acordo com a Lei nº 7.457/16, de autoria da vereadora Gilda Beatriz, que institui o dia 10 de maio como o “Dia Municipal de Conscientização e Orientação sobre a Doença de Lúpus.”

Lúpus é uma doença autoimune rara, provocada por um desequilíbrio do sistema imunológico, exatamente aquele que deveria defender o organismo das agressões externas causadas por vírus, bactérias ou outros agentes patológicos.
O evento será na próxima sexta-feira (12.05), de 10h às 14hs, no Calçadão do CENIP, Centro de Petrópolis, RJ.

“A ideia é reunir pacientes, profissionais de saúde e sociedade em geral para debater sobre as principais dificuldades no tratamento da doença. Estarei com a minha equipe ajudando a conscientizar sobre a importância do diagnóstico logo no início da manifestação da doença”, frisa a vereadora lembrando que o atraso compromete o tratamento.

 A doença é mais frequente em mulheres do que nos homens. A defesa imunológica se vira contra os tecidos do próprio organismo como pele, articulações, fígado, coração, pulmão, rins e cérebro. Essas múltiplas formas de manifestação clínica, às vezes, podem confundir e retardar o diagnóstico. “O lúpus exige tratamento cuidadoso por médicos especialistas, mas pessoas tratadas adequadamente têm condições de levar uma vida normal”, acrescenta Gilda Beatriz.

O roxo é a cor mundial da doença, lembrada na mesma data de cada ano, em âmbito internacional.     

Leia mais...

terça-feira, 9 de maio de 2017

Gilda Beatriz busca apoio para impulsionar mercado de cervejas artesanais



Petrópolis é a bola da vez no promissor mercado das cervejas artesanais. De olho no crescimento do setor, Gilda Beatriz, representante da Câmara de Vereadores de Petrópolis, no Conselho Municipal de Turismo (Comtur), quer oferecer condições para investimentos que ajudem o município da Região Serrana do Rio a gerar empregos e renda para a população.

“Esse mercado representa hoje uma nova vertente para o turismo no município e será beneficiado pelo calendário municipal de eventos, que já Indiquei ao executivo. Temos como exemplo de sucesso o Deguste – Feira de Cervejas Artesanais. Estou incluindo em outra Indicação, mais esta feita a mesa diretora da Câmara, para que seja criada uma categoria especial para os produtores, bares e pubs do município, no prêmio – Embaixador do Turismo – já protocolado que, se aprovado, vai reconhecer o valor dos profissionais do segmento turístico destinado à pessoa física ou jurídica. A homenagem é uma maneira de destacar, divulgar e incentivar quem investe na área e ajuda o município a crescer”, frisa a vereadora.

Empresários pedem apoio do poder público para integração entre produtores e revendedores.

Para os irmãos Leandro e Luan Thebald Coutinho, empresários do setor, o apoio do poder público é fundamental para o crescimento do mercado.

“Tralhamos com todas as cervejas artesanais, mas não temos contato direto com os produtores. Não existe hoje uma política que facilite e incentive essa união. Apoiamos a iniciativa da vereadora de chamar a atenção para o nosso potencial para que o poder público possa ajudar os pequenos produtores e comerciantes a crescer gerando emprego e renda para o município. Para isso, precisamos de políticas voltadas a integrar o segmento de vez ao roteiro turístico da cidade”, explica Leandro. “Nosso trabalho é muito focado nos turistas, por isso, é muito importante a ideia de incluir no roteiro turístico o – tour cervejeiro – também para os pequenos produtores bares e pubs. Recebemos turistas de diversas nacionalidades e não existe hoje nenhuma parceria entre a rede hoteleira, taxitas, comerciantes etc.”, comenta Luan, destacando que a qualificação profissional é outra preocupação. “Vender bem a cidade e trazer o turista é imperativo, mas qualificar a mão de obra para receber bem também é fundamental”, acrescenta.

Organização e qualificação são condições fundamentais para virar referência, afirma Gilda Beatriz.

“O Senai Petrópolis, iniciou em março um curso de qualificação e capacitação profissional para a indústria na área de cervejas artesanais. Mas é preciso investimento e organização também do poder público. O prefeito Bernardo Rossi vêm demonstrando garra e vontade de tirar a cidade da crise. Essa é uma oportunidade de olhar para o futuro e agir para oferecer a população a política social mais eficiente: Emprego! Aquecer o turismo, movimentar bares e restaurantes e virar referência no segmento. Ser destaque não é novidade para a Cidade Imperial, só precisamos reencontrar o caminho através de muito trabalho.”
Leia mais...

quarta-feira, 3 de maio de 2017

Vereadora Gilda Beatriz chama a atenção para o “Dia Municipal do Celíaco”



Dia 05 de maio é celebrado em Petrópolis, Região Serrana do Rio, o “Dia Municipal do Celíaco”, acompanhando o calendário internacional.

Segundo a autora da Lei nº7456/16, vereadora Gilda Beatriz, a falta de informações acerca da doença celíaca, também conhecida por enteropatia sensível ao glúten, é preocupante.

“Precisamos sensibilizar a sociedade sobre a doença do intestino delgado caracterizada pela intolerância ao glúten. É preciso informar e orientar a população acerca do que é a doença, diagnóstico, suas causas e o tratamento necessário”, pontua a vereadora que lembrando que embora a expressão – não contém glúten – seja obrigatória nos rótulos de alimentos, nem todos compreendem o motivo e, principalmente, o significado, dessa informação.

“A doença celíaca é uma patologia de origem autoimune, sendo diferente da alergia ao glúten. O mecanismo imunológico da doença celíaca é distinto, assim como o quadro clínico”, explica.

Segundo o Ministério da Saúde, a enteropatia por glúten pode surgir em qualquer idade. 60% dos casos ocorrem em adultos, sendo 20% em pacientes com mais de 60 anos. Nas crianças, em geral, a doença se torna aparente quando estes ainda são bebês, logo após as primeiras exposições à dieta com glúten.

“A maior parte dos pacientes com doença celíaca apresenta uma forma branda da doença, com poucos ou nenhum dos sintomas, fazendo com que os mesmos passem anos ser nem sequer suspeitar que possuem qualquer problema. A doença provoca alterações na parede interna do intestino, causando sintomas como diarreia, perda de peso, anemia e até problemas de pele”, completa.

Cerca de dois milhões de brasileiros possuem a doença celíaca, mas não sabem, segundo a Federação Nacional das Associações de Celíacos do Brasil (FENACELBRA).
Leia mais...

terça-feira, 2 de maio de 2017

Comissão de Educação e Sepe comentam a prorrogação do concurso e convocação de concursados



O prefeito Bernardo Rossi assinou ontem, (01.05), Dia do Trabalhador, na sede da Prefeitura, o documento que garante a redução da carga horária de 40 horas para 30 horas semanais para os servidores que atuam nos setores administrativos e de apoio da Secretaria Municipal de Educação.

Para Rose Silveira, diretora do Sindicato Estadual dos Profissionais de Educação (Sepe – Petrópolis), esse ato representa um passo importante na qualidade de vida do trabalhador.

“A redução da carga horária é uma luta da categoria há sete anos. A pesada jornada de trabalho desse setor traz grandes prejuízos à prefeitura com um elevado número de licenças médicas, readaptações em outras funções e aposentadorias precoces. Consideramos um avanço na qualidade de vida dos servidores e uma medida de prevenção à saúde do trabalhador. Não trabalhamos com peças ou máquinas, trabalhamos com seres humanos. O desgaste dos profissionais da educação é físico e mental. Além disso, esse é um dos quinze itens que constam na carta compromisso assinada pelo prefeito em sua campanha. Valorizar o profissional da educação é também proporcionar condições dignas de trabalho. Ganha o profissional e ganha a população. O horário de atendimento das escolas e CEIs continuará o mesmo”, explica.

Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores, lembra que a luta pelos direitos dos trabalhadores é antiga, mas que este passo sinaliza a vontade do governo de valorizar os profissionais e investir na qualidade da educação.

“Implementar a redução da carga horária sem redução de salário não é fácil, exigiu muito do governo e do Sepe. Em 2015 cheguei a realizar Audiências Públicas, defendi os servidores contra perseguições e acompanhei sua luta para ter o direito a carga diferenciada que, em breve, será para toda a categoria e em toda a rede de educação. Essa é nossa luta”, frisa a vereadora, lembrando que outro grande avanço foi a convocação de 82 concursados. “Acompanhei a luta dos concursados e o desrespeito que enfrentaram na gestão anterior. Bernardo corrige hoje uma grande injustiça. Nossa luta agora é para implantar a redução de um terço na carga horária dos professores”, completa.

Segundo Rose Silveira, a convocação dos concursados é outro item que consta na “Carta Compromisso” assinada pelo prefeito ainda durante a campanha com o Sepe – Petrópolis.

“Essa medida garante o direito dos aprovados no concurso dentro do número de vagas iniciais e vem suprir a carência de professores, cuidadores e Interpretes de Libras. Garante também avanço para a implementação do tempo de planejamento previsto em lei para os docentes. Hoje essas funções estão ocupadas por contratos (ETJ), portanto a medida não aumentará os gastos na área. Outro compromisso cumprido pelo prefeito é a prorrogação do concurso de 2015 por dois anos garantindo a possibilidade de novas convocações durante o ano evitando as despesas de um novo concurso. Isso representa um investimento na qualidade da educação em nosso município. Todas essas medidas são resultado da negociação e do dialogo entre o governo e o Sepe.”
Leia mais...

segunda-feira, 1 de maio de 2017

Gilda Beatriz consegue aprovar a criação do Departamento de Saúde Mental



Foi aprovado pela Câmara Municipal de Petrópolis, Região Serrana do Rio, a criação do Departamento de Saúde Mental. A iniciativa foi uma Indicação da vereadora Gilda Beatriz e faz parte do projeto para reorganização da estrutura administrativa da Secretaria de Saúde apresentado no legislativo na última quarta-feira (26.04).

“Dentro da atenção básica municipal, existe a divisão de saúde mental, porém é necessário que seja criado um departamento específico para essa finalidade dentro da estrutura da Secretaria Municipal de Saúde. Essa proposta é importante, visto que a criação de um departamento específico, atenderá melhor as necessidades dos pacientes e dos funcionários lotados no departamento, dando maior autonomia administrativa para desempenho das atividades nesta área”, explica Gilda Beatriz, que é psicóloga.

A nova estrutura administrativa da Secretaria de Saúde foi aprovada em duas votações. 
Leia mais...

Gilda Beatriz assume vaga como titular no Conselho Municipal de Turismo (Comtur)



A vereadora Gilda Beatriz assumiu a vaga como nova representante do poder legislativo no Conselho Municipal de Turismo (Comtur), cujo objetivo é promover a participação da sociedade civil na elaboração de projetos a serem adotados pelo município no setor.

A inciativa foi um compromisso assumido pela legisladora durante uma reunião com a nova direção do Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PC&VB).

“É uma grande honra ser também a voz do trade turístico no legislativo. No Comtur, terei a oportunidade de receber as demandas, ouvir e debater com quem movimenta o segmento e transformar em Lei pautas importantes para aquecer o turismo, gerar empregos e impulsionar a economia. Ontem (25.04), já tive a oportunidade de participar de uma reunião sobre a organização da 28ª edição da Bauernfest, quando Petrópolis será tomada pela influência germânica com culinária típica, atividades culturais e dança folclórica na Festa do Colono Alemão ”, frisa.

O conselho foi criado pela Lei n°4692 de 1990, com alterações da Lei n°5370/97 e do decreto n°561 de 2003. Ele tem caráter permanente e deliberativo. 
Leia mais...

Gilda Beatriz cobra explicações sobre o serviço prestado pela Petro Ita



Constantes reclamações sobre atrasos e quebra de veículos na Comunidade do Horta, levaram a vereadora Gilda Beatriz a Oficiar a empresa de ônibus PetroIta e a Companhia Petropolitana de Trânsito e Transportes (CPTrans). Segundo a vereadora, um serviço caro e vital para a população não pode ser ineficiente.

“Há alguns dias a linha 413, Lopes Trovão, não atende a comunidade e, segundo denúncias que recebi em meu gabinete, até o momento, a população não recebeu nenhuma explicação. A população merece respeito e como representante desses usuários estou cobrando isso”, explica.

A empresa Petro Ita, que atende bairros da Zona Sul, além da região do Alto da Serra e Morin, é responsável por 83 linhas de ônibus. 
Leia mais...

domingo, 23 de abril de 2017

Gilda Beatriz e PC&VB buscam opções para aquecer o turismo e gerar empregos



Buscando fomentar o turismo na cidade de Petrópolis, Região Serrana do Rio, a vereadora Gilda Beatriz, se reuniu na última segunda-feira (17), com o presidente do Petrópolis Convention & Visitors Bureau (PC&VB) Samir El Ghaoui. Em pauta, sugestões para iniciativas no legislativo e executivo que resultem no impactado da ocupação hoteleira e no movimento de bares, restaurantes, do comércio, no geral, além de outros serviços, de janeiro a janeiro.

“Uma das preocupações da atual diretoria do PC&VB é com relação ao que pode e deve ser realizado a curto, médio e longo prazos. Precisamos ter políticas sérias e revisar com urgência o Plano Diretor do Turismo para que a cidade, como um todo, esteja preparada para receber. A população e principalmente os nossos prestadores de serviços, precisam estar conscientes de que o Turismo é uma das nossas principais vocações, responsável diretamente pela situação econômica da nossa cidade. É preciso que todos saibam receber bem para que o nosso destino se valorize, para que a gente possa resgatar a nossa autoestima e desenvolvimento para sermos capazes de gerar emprego e renda em diversos setores”, destacou Samir, que também estava ao lado dos empresários Flávio Câmara (Pousada Arcádia) e Fabiano Barros (Lazer com Negócios), ambos conselheiros do PC&VB.

Para Gilda Beatriz, que foi convidada pela entidade que representa o segmento de turismo receptivo a participar ativamente do Conselho Municipal de Turismo (Comtur), é impossível avançar na área sem ouvir o trade turístico.

“A vocação de Petrópolis é evidente, e explorá-la em tempos de crise econômica é necessidade imperiosa e questão estratégica. O turismo é um dos principais pilares da nossa economia. Aquecendo o turismo vamos movimentar também o comércio e o setor gastronômico. Por décadas a parte que cabe ao Poder Público nesse ciclo beirou o amadorismo empurrando o município para uma perigosa dependência de sua inegável importância histórica. Temos muito a oferecer ao turista como complemento as belezas naturais, ao clima e belas construções. Indiquei ao executivo a necessidade de elaborar e divulgar com antecedência um calendário municipal de eventos. Uma medida que dará condições a todos os setores que, direta ou indiretamente, são beneficiados pelo turismo de se programar para ocupação e elaborar uma programação especial para atrair o turista. Nosso município precisa e merece uma programação de Natal atraente, que lote a cidade e gere empregos. Fiz essa Indicação ao poder executivo e estou buscando junto ao governo federal uma maneira de viabilizar o “Natal de Luz Imperial” que, à exemplo de Gramado, no Rio Grande do Sul, pode representar um divisor de águas na economia local. Mas preciso qualificar bem não só o profissional que atende no setor hoteleiro, mas também todos aqueles que interagem durante sua estada como taxistas, garçons, e lojistas e, outros profissionais que, de alguma maneira, contribuem para a formação de sua opinião sobre o município. Estou levando esta necessidade ao executivo em forma de Indicação, essa foi uma sugestão da direção do PC&VB”, explica a vereadora frisando que outra medida para incentivar os profissionais da área é a criação de um prêmio – já protocolado na Câmara Municipal – que reconheça o valor dos profissionais do segmento destinado a pessoa, física ou jurídica, que contribui com o turismo no município.

“Esse é o primeiro passo, tenho certeza que teremos o apoio do governo municipal para alavancar o turismo e movimentar a economia do município atendendo aquela que talvez seja a maior expectativa da população, a geração de emprego e renda”, afirma a vereadora.

Após a reforma administrativa, que redimensionou a estrutura da máquina pública no município, o turismo ficou a cargo da Turispetro – Departamento de Turismo de Petrópolis.
Leia mais...

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Vereadora cobra reforma da Escola Municipal Fábrica do Saber e alerta para perigo de acidente



Durante vistoria realizada na Escola Municipal Fábrica do Saber, no bairro Estada da Saudade, Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa de Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, alertou para o perigo de um grave acidente na parte externa da unidade de ensino.

“Desde outubro do ano passado, durante o governo anterior, a entrada da escola está interditada. Do outro lado, na entrada utilizada atualmente, parte do reboco já despencou. Infelizmente, é um grande risco! Representantes da Prefeitura estiveram hoje no local, pouco antes da vistoria, fui informada que o problema será resolvido nos próximos dias. Estou Indicando a CPTrans a necessidade de um controlador de trânsito no local até que a situação seja resolvida. Oficiei também a Secretaria Municipal de Educação. Não podemos esperar o pior para agir”, explica a vereadora lembrando que no local também funciona o Centro Cultural e Esportivo e é frequentado por alunos, profissionais da educação e centenas de pessoas da comunidade. 
Leia mais...

sábado, 15 de abril de 2017

Vereadora cobra reforma do telhado em escolas do Castelo São Manoel e Madame Machado



Preocupada com a segurança de alunos e profissionais da educação, Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, solicitou a Secretaria Municipal de Educação que realize reparos no telhado de duas escolas, uma no bairro Corrêas e outra no Distrito de Itaipava.  

Segundo a vereadora, as inspeções nas unidades escolares continuarão, mas a segurança de alunos e profissionais da educação deve ser prioridade.

“Oficiei a Secretaria Municipal de Educação – Of. 286/17, solicitando a troca de telhas da Escola Municipal Amélia Antunes Rabello, no bairro Madame Machado, em Itaipava. Ocorre que, apesar de estar com o espaço isolado para evitar acidentes, é muito difícil saber quando uma criança vai ultrapassar os limites determinados pela direção da escola para evitar que uma telha cause um grave acidente. Já na Escola Municipal Magdalena Tagliaferro, desde o governo passado, denuncio a situação da unidade que sofre com uma telha ecológica que já passou da hora de ser trocada. Em 2016 conseguimos a troca da rede elétrica da escola o que minimizou o perigo, mas os vazamentos continuam. Tenho certeza que a Secretaria de Educação vai atender minhas sugestões. A atual gestão já demonstrou grande responsabilidade na condução da pasta”, pontua Gilda, frisando avanços que já foram anunciados pelo governo Bernardo Rossi.

“O prefeito já determinou a retomada das obras na Escola Municipal Celina Schechner, localizada na Estrada das Arcas, em Itaipava. Outro compromisso assumido pessoalmente pelo Secretário de Educação Anderson Juliano foi de retomar o projeto de reforma da Escola Municipal Jandira Peixoto Bordignon, no Quitandinha. Duas lutas antigas que abracei e hoje, na qualidade de presidente da Comissão de Defesa da Educação, acompanho de perto”, completa. 
Leia mais...

terça-feira, 11 de abril de 2017

Motoristas devem sair do carro na hora de abastecer com GNV em Petrópolis



No fim de semana, uma mulher morreu e três pessoas se feriram com a explosão em um posto de combustível enquanto estavam abastecendo veículo com gás GNV em São Gonçalo, na Região Metropolitana do Rio.

Com o objetivo de ajudar a prevenir acidentes como este, foi sancionada em Petrópolis, RJ, a Lei 7.407/16, que proíbe o abastecimento de Gás Natural Veicular – GNV, com pessoas no interior do veículo.

“Antes de criar a Lei estudei casos trágicos como este que poderiam ser evitados. O bem material pode ser recuperado, é preciso resguardar a vida”, afirma Gilda Beatriz, autora da Lei, frisando que vai solicitar apoio do poder executivo para realizar uma nova série de fiscalizações.

No município, é obrigatória a afixação de avisos proibitivos nos locais de abastecimento, com indicação do número e data da mesma, em letras legíveis e de fácil visualização, contendo os seguintes dizeres: É PROIBIDO O ABASTECIMENTO DE GÁS NATURAL VEICULAR – GNV, ENQUANTO HOUVER ALGUMA PESSOA NO INTERIOR DO VEÍCULO, SOB PENA DE MULTA. 
Leia mais...

terça-feira, 4 de abril de 2017

Crianças autistas ganham sessão especial de cinema em Petrópolis, RJ


Pelo segundo ano consecutivo, em homenagem ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo, famílias de crianças com Transtorno do Espectro do Autismo – TEA, ganharam uma sessão de cinema especial no Top Cine Hiper Shopping ABC, no Alto da Serra. A iniciativa foi da vereadora Gilda Beatriz, que é psicóloga especializada em educação inclusiva, em parceria com o Grupo Cinemaxx Petrópolis.

“É algo emocionante ver a alegria dos familiares e, principalmente das crianças que podem se manifestar livremente durante uma sessão de cinema, sem que os pais fiquem com medo de julgamentos ou reclamações. Não é fácil encontrar opções de lazer para essas crianças. Por isso, a ideia da campanha é promover sessões de cinema e ajudar as famílias de crianças autistas a encontrarem um espaço de diversão e entretenimento”, explica a vereadora que é vice-presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara Municipal.

Para Gabriela de Oliveira, irmã de uma criança com autista, a iniciativa coloca em prática a verdadeira inclusão.

“Sempre ouvimos falar em inclusão, mas quando você procura opções de lazer para uma criança autista percebe que, na prática, existem poucas opções para crianças muito agitadas. Para não despertar comentários e olhares, acabamos deixando de frequentar alguns espaços”, afirma.

Durante toda a exibição do filme, a sala de cinema permaneceu com as luzes acesas e o som ficou mais baixo.

“As crianças puderam andar, dançar, gritar e cantar à vontade. Duas psicólogas acompanharam a sessão, além de alguns auxiliares. Tudo para garantir o conforto e o direito a diversão das crianças”, completa Gilda Beatriz. 
Leia mais...

segunda-feira, 3 de abril de 2017

Coordenadoria do Bem-estar Animal pede que donos de cães vacinem seus animais contra cinomose



A Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Meio Ambiente, através da Coordenadoria do Bem-estar Animal, está orientando os donos de cães a vacinarem seus animais contra a cinomose canina. A doença debilita o organismo do cão agressivamente podendo levá-lo à morte em poucas horas. Em uma pesquisa realizada com o apoio de clínicas veterinárias particulares, registrou-se o aumento no número de atendimentos a cachorros com a doença em quase 50% durante o verão. A vacina contra a cinomose não faz parte do quadro obrigatório do animal nem da caderneta de vacinas oferecidas na rede pública do país.

“Estamos acompanhando muitos casos de cinomose canina na cidade. É fundamental que os donos de cães vacinem seus animais contra a doença, que pode levar o bichinho a morte”, afirma Elisabeth Amorim, coordenadora do Bem-estar Animal.

O veterinário da Secretaria, Vitor Natan, explicou que os principais sintomas aparecem quando o animal começa a apresentar secreção ocular e nasal, evoluindo para uma gripe com tosse.

“Os principais sistemas acometidos são os aparelhos respiratório e digestivo, além do sistema nervoso. O cão perde o apetite e sofre com diarréia, podendo inclusive evacuar sangue. Depois estes sintomas iniciais vão desaparecendo, dando lugar aos que afetam o sistema nervoso. Primeiro o cachorro para de movimentar as patas traseiras e isso vai progredindo em direção à cabeça. Com esta progressão ele passa a ter movimentos involuntários, como se fossem tiques nervosos, evoluindo para convulsões e, na maioria dos casos, terminando com a morte do animal”, explica o veterinário da Secretaria, Vitor Natan.

O cão infectado pela doença que sobrevive, em quase todos os casos, fica com seqüelas. A única maneira de proteger seu cachorro de estimação é através da vacina.

“Filhotes a partir dos 45 dias de vida precisam tomar três doses com intervalos de um mês entre cada uma. Animais adultos que nunca foram vacinados recebem duas doses também com 30 dias de intervalo entre uma e outra. Depois desta imunização inicial, basta apenas o reforço da vacinação anual”, orienta o veterinário. 
Fazem parte do quadro obrigatório as vacinas de proteção múltipla, contra a gripe, contra a raiva e contra a giardose. “É importante orientar o dono do cão porque a vacina contra a cinomose não faz parte do quadro obrigatório. Normalmente, são dadas as vacinas proteção múltipla, contra a gripe, contra a raiva e contra a giardose”, disse Elisabeth.


Leia mais...

quinta-feira, 30 de março de 2017

Obra na Escola Municipal Jandira Peixoto Bordignon será retomada



Apresentado em abril de 2014, o projeto de reforma da Escola Municipal Jandira Peixoto Bordignon, no Quitandinha, jamais foi concluído.

Na última semana, Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores, visitou o antigo prédio da escola que segue trancado. Segundo a vereadora, Anderson Juliano, Secretário Municipal de Educação, assumiu o compromisso de retomar as obras paralisadas por diversas vezes durante o governo passado.

“Em meu primeiro mandato, denunciei as péssimas condições da escola. Lutei muito por essa reforma, mas a empresa contratada na época pela antiga gestão foi parando aos poucos, diminuindo o número de operários, de material... Até que pararam totalmente. Na última semana estive com o secretário que confirmou que o novo governo vai retomar as obras como parte do compromisso do prefeito Bernardo Rossi de colocar a cidade nos trilhos. E não existe avanço sem qualidade na educação e segurança para alunos e profissionais”, afirma.

Vizinha da escola, a moradora Maria de Fátima Ramos, de 66 anos, avó de dois alunos da unidade de ensino, comemorou a iniciativa. “Tenho um carinho especial pela escola e por todos que trabalham e cuidam de nossas crianças com muito amor. A reforma é um sonho de toda a comunidade que será realizado”, disse.

A instituição atende 430 crianças da educação infantil ao 9º ano do ensino fundamental. 
Leia mais...

terça-feira, 28 de março de 2017

Petrópolis terá exibição de filme para crianças com autismo



Dia 1º de abril, o Top Cine Hiper Shopping ABC, no Alto da Serra, vai exibir uma sessão para lá de especial. Na deliciosa animação da Fox Film, “O Poderoso Chefinho”, que estreia no Brasil no dia 30 de março, a imaginação da criança se mistura com a realidade numa aventura cheia de piadas inteligentes, com as quais os pais vão se identificar. É nesse universo que Gilda Beatriz, vice-presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, quer mergulhar crianças com autismo.

– Esse é o segundo ano consecutivo que realizamos o projeto em homenagem ao Dia Mundial da Conscientização do Autismo, comemorado dia 2 de abril. Para crianças autistas, frequentar lugares cheios, como um shopping, pode ser tornar uma situação angustiante. Assistir a uma sessão de cinema, por exemplo, pode parecer impossível, já que as crianças têm dificuldade de concentração e algumas são muito agitadas. A ideia da campanha é promover sessões de cinema e ajudar as famílias de crianças autistas a encontrarem um espaço de diversão e entretenimento – explica.

Parceria com o Cinemaxx Petrópolis tem como objetivo incentivar pais e familiares de crianças com distúrbios sensoriais a irem ao cinema assistir seus filmes favoritos em um ambiente seguro e totalmente adaptado.

– Durante toda a exibição do filme, a sala de cinema ficará com as luzes acesas, o som ficará mais baixo e a plateia poderá andar, dançar, gritar ou cantar à vontade. Francisco Carvalho, representante do Grupo Cinemaxx, demonstrou grande sensibilidade ao abraçar a causa – completa.

No mundo todo, são mais de 70 milhões de pessoas com autismo, segundo a ONU. No Brasil, calcula-se que há pelo menos 2 milhões.

Serviço: Exibição de filme para crianças com autismo
Data: 1º de abril
Horário: 10:30h
Local: Top Cine Hiper Shopping ABC
Endereço: R. Teresa, 1415 / 2° Piso – Alto da Serra - Petrópolis/RJ
Valor do ingresso: R$ 4,00

Sinopse e Detalhes

Um bebê falante que usa terno e carrega uma maleta misteriosa une forças com seu irmão mais velho invejoso para impedir que um inescrupuloso CEO acabe com o amor no mundo. A missão é salvar os pais, impedir a catástrofe e provar que o mais intenso dos sentimentos é uma poderosa força.
Leia mais...

sábado, 25 de março de 2017

Ação vai marcar o Dia Municipal de Conscientização sobre a Epilepsia em Petrópolis



O dia 26 de março é comemorado em diversos países como o Dia Roxo, ou “Purple Day”, e tem como objetivo o fim do preconceito a essa condição neurológica que atinge milhões de pessoas em todo o mundo.

Em Petrópolis, RJ, foi aprovada a Lei nº 7411/16, de autoria da vereadora Gilda Beatriz, que institui a “Campanha Março Roxo – Dia Municipal de Conscientização sobre a Epilepsia”.

– É necessário que haja um esclarecimento sobre o que é a epilepsia e as suas consequências. Ainda existe muito preconceito contra a pessoa que possui essa condição neurológica e, em alguns casos, essa situação faz até com que a pessoa não consiga arranjar um emprego ou tirar carteira de motorista, além de prejudicando a vida pessoal do paciente e seu lado psicológico. Em muitos casos, afetando também a parte física, social e econômica, revelando dificuldades não só individuais, mas também familiares, escolares e sociais, especialmente devido ao desconhecimento, crenças, medo e estigma – explica a vereadora.

Com apoio da Câmara Municipal, Tatiana Pereira, mãe de criança com epilepsia, organizou para o próximo sábado (25.03), no calçadão do CENIP, de 10h às 14h, uma campanha para combater o preconceito.

– Petrópolis com a ajuda do legislativo, através da vereadora Gilda Beatriz, é uma das poucas cidades brasileiras a aderir e incentivar a conscientização de uma doença tão antiga no mundo como a Epilepsia. Nossa campanha tem a finalidade de conscientizar a população sobre uma doença que até os dias de hoje é tratada entre os “dentes” pela falta de informação.  Algumas vezes achando até que existe relação com algo sobrenatural. A ideia da campanha que começou ano passado de forma discreta e que vem tomando força com a ajuda da vereadora e adeptos, surgiu quando pude sentir na pele o que as mães sentem com os diversos tipos de Epilepsia que existem. É uma dor e uma sensação de perda tão forte ao vermos nossos filhos, mesmo que por instantes, perdidos em seus próprios corpos... Não sei se a população sabe, mas cerca de 30% dos casos são refratários a medicação, fazendo com que a pessoa possa ter 40, 70 crises ao dia, levando a diversos atrasos e complicações. A intenção da campanha é a desmistificação da Epilepsia, tornando um assunto fácil e acessível a todos. Além disso, criar uma ponte onde possamos encontrar essas mães que são da nossa cidade e que muitas vezes vivem à margem da sociedade, presas em seus mundos pois não querem expor seus filhos a eventos e as ruas da cidade. Quero de alguma forma encontrar maneiras de promover encontros, palestras e reuniões para que essas Mães da Epilepsia saibam que não estão sozinhas e que a troca de informações e experiências por muitas vezes já é de grande conforto – completa.

A epilepsia é a condição neurológica crônica mais comum em todo o mundo e afeta todas as idades, raças e classes sociais. No Brasil, é estimado que existam três milhões de pessoas com epilepsia, sendo que a este número somam-se 300 novos casos por dia. 
Leia mais...

quarta-feira, 22 de março de 2017

Câmara Municipal terá manhã especial em homenagem às mulheres



Em homenagem ao mês da mulher, celebrado em março, a Câmara Municipal de Petrópolis, RJ, abrirá suas portas na manhã da próxima sexta-feira (24.03), para uma programação especial – gratuita, preparada pela vereadora Gilda Beatriz, primeira mulher reeleita na história do legislativo municipal.

“Em minha opinião, o voto deve ser consequência de trabalho, independente do sexo. Mas não posso negar que ser a única mulher na atual legislatura é uma grande responsabilidade. Hoje estou vereadora, mas antes sou pai e mãe, agora que fiquei viúva. Sempre que posso busco minha filha na escola, a casa precisa estar em ordem e não descuido dos meus animais. É claro que tenho ajuda de pessoas queridas e conheço pais maravilhosos que também conseguem dar conta, mas a mulher tem o dom de fazer tudo ao mesmo tempo e ter mil e uma tarefas. Ser uma vereadora atuante não é um desafio, considero uma obrigação”, frisa a vereadora.

O Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 08 de março, foi instituído pela ONU há 42 anos e marca a luta pelos direitos femininos.
“Em todo o país, durante o mês de março, diversas cidades prepararam programações para homenagear às mulheres. A Cidade Imperial não será diferente, teremos: Palestra, aula de pilates, massagem na cadeira – quick massage – aferimento de pressão e um café de encerramento. Quem preferir, pode trazer uma roupa de ginástica e uma toalha. ”

A programação especial será realizada no Plenário da Câmara Municipal, de 10h às 12h, na Praça Visconde de Mauá, nº89, Centro.  

Leia mais...

terça-feira, 21 de março de 2017

Mãe de uma adolescente com Down, Gilda Beatriz fala sobre a importância da informação para combater o preconceito



Com o objetivo de conscientizar a população acerca da questão da inclusão, propondo uma sociedade melhor, na próxima terça-feira (21), o Brasil e mais de 40 países celebraram o Dia Internacional da Síndrome de Down.

Para Gilda Beatriz, vice-presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara de Vereadores de Petrópolis, Região Serrana do Rio e mãe de uma adolescente com Síndrome de Down, essa data tem por finalidade dar ampla visibilidade ao tema, reduzindo a origem do preconceito.

“A informação já mudou o mundo diversas vezes e, diariamente, ajuda a moldar a realidade de milhões de pessoas, com ou sem Down. Por isso, lancei no município a Cartilha da Lei Brasileira de Inclusão. A LBI avança na cidadania das pessoas com deficiência ao tratar de questões relacionadas a acessibilidade, educação e trabalho e ao combate ao preconceito e à discriminação. Durante o meu primeiro mandato realizamos diversas campanhas de conscientização visando dirimir dúvidas e dando maior volume de informações para combater o preconceito, pois conheço os desafios que toda pessoa com deficiência enfrenta para ter garantido seu lugar na sociedade. Devemos criar condições de inclusão social e educacional para que a pessoa com Down exerça plenamente a sua cidadania”, comenta Gilda Beatriz, que é psicóloga, especializada em Educação Inclusiva. Destacando que a Síndrome de Down não é uma doença, mas uma condição da pessoa dentro da diversidade humana.
Desde 2006, o dia 21 de março tem sido reservado para se pensar e discutir a síndrome de Down, alteração genética que se manifesta devido à presença de um cromossomo a mais no par 21.

“Geralmente, as pessoas discriminam por não saberem que pessoas com Síndrome de Down conseguem se desenvolver se tiverem os estímulos necessários. Muitas vitórias já foram conquistadas, mas ainda temos que vencer o preconceito, o qual atribuo a falta de informação. Hoje é um dia para reflexão, mas também é um dia para planejar ações. O caminho é longo, e não falo apenas como vereadora, mas também como mãe. Somos todos iguais, feitos de capacidades e limitações”, completa. 


A data (21/3), ou 3/21 na grafia americana, faz referência aos 3 cromossomos número 21 que caracterizam a Síndrome de Down. 
Leia mais...

sábado, 18 de março de 2017

Em Petrópolis, condutores assinam documento aderindo a substituição das charretes



A polêmica envolvendo uma antiga tradição em Petrópolis, Região Serrana do Rio, as vitórias, como são chamadas as charretes na Cidade Imperial, pode ter chegado a reta final. Dois meses após a Câmara Municipal ter vetado a Comissão Especial que tinha como objetivo realizar estudos sobre a substituição das charretes por outro meio de deslocamento turístico, oito dos treze condutores assinaram, um “Termo de Intenção” de substituição das charretes por outro tipo de veículo, sem tração animal.

Com o apoio da coordenadora de bem-estar animal do município, Elisabete Amorim e de protetores independentes, Gilda Beatriz, que presidiu a extinta Comissão, seguiu com as negociações de maneira independente.

“Demos um passo histórico em direção a liberdade dos animais. Conseguimos mostrar que é possível, com diálogo e bom senso, preservar a tradição, já que a intenção é buscar um veículo elétrico que mantenha o charme da atividade e que garanta  o sustento das famílias. É importante frisar que são os condutores das charretes os primeiros a receberem os turistas em Petrópolis e por isso, a importância de mantê-los na mesma atividade, porém sem o uso de tração animal, que aliás é uma tendência  mundial.” afirma a vereadora, reconhecida defensora da causa animal.

Um dos condutores à frente do movimento pela substituição, Roni Silva, deixou claro que o veículo elétrico seria a melhor opção para encerrar a polêmica garantindo os empregos.

“Não é fácil trabalhar com a pressão dos protetores de animais. No entanto, temos um trabalho digno e honesto, e estamos totalmente dentro da lei. Aceitamos a substituição, com a garantia de que vamos continuar trabalhando, e com um modelo que seja adequado turisticamente. Agora, a responsabilidade é das autoridades para conduzir o processo e o destino dos nossos animais”, explica.

Gilda Beatriz quer realizar a substituição utilizando o mínimo de recursos do município. A assinatura do termo foi feita durante uma reunião na Câmara Municipal.

“É realmente um momento ímpar, mas ainda é uma etapa, não vou comemorar. Nosso trabalho será direcionado para conseguir viabilizar um novo modelo de transporte turístico com recursos financeiros específicos do Ministério do Turismo,  sem onerar os cofres da Prefeitura que, passa por sérias dificuldades financeiras. O prefeito Bernardo Rossi – que vem expressando grande sensibilidade pela causa animal – já demostrou vontade de avançar no tema. Com seu apoio teremos sucesso, não tenho dúvidas. Fizemos um levantamento, e já identificamos que há verbas federais disponíveis para os municípios, foco agora é desenvolver um projeto que remeta às tradições de Petrópolis, uma vez que esses recursos só podem ser utilizados para atividades turísticas”, pontua.

O destino dos animais é uma das maiores preocupações quando o assunto é a substituição das vitórias por outro veículo – sem tração animal. Durante as discussões, protetores dos animais deixaram clara a intensão de fazer o acompanhamento dos cavalos, garantindo aos condutores que quiserem o direito de acompanhar todo o processo de adoção.



“Todo o nosso trabalho foi direcionado para um final feliz para os animais, com diálogo e bom senso, agora não será diferente. Os protetores da causa animal conduzirão esse processo  de adoção e eu estarei ao lado deles. Quem adotar esses animais terá que se comprometer em não vende-los ou permitir que sofram  qualquer forma de exploração. Tudo será feito  com absoluta transparência para que Petrópolis, mais uma vez, esteja na vanguarda da história, também na proteção animal. ” 
Leia mais...

sábado, 4 de março de 2017

Página de apoio a causa animal reúne 10 mil seguidores



Criado para discutir com a comunidade casos de maus-tratos e apresentar diferentes ações de proteção animal, o grupo de trabalho “Eu apoio a causa animal”, atingiu na última semana a marca de 10 mil seguidores no facebook. Para a vereadora Gilda Beatriz, fundadora do grupo que desde junho de 2015 vêm reunindo representantes de ONGs, entidades que trabalham em prol dos animais e protetores independentes, o trabalho foi ampliado para atender os petropolitanos através das redes sociais.

– O grupo que iniciou os trabalhos realizando vistorias no já inaugurado Curral de Apreensões de Animais tornou-se um ponto de encontro para aqueles que amam e cuidam dos animais. Divulgamos desde casos de animais desaparecidos a histórias que inspiram quem abraçou a causa. Através da página orientamos as pessoas a procurar os órgãos competentes em casos de maus-tratos. É gratificante ver o crescimento de um trabalho pautado pelo amor pelos animais – frisa a vereadora, lembrando que após a decisão da Câmara Municipal de não renovar a “Comissão Especial” tinha como objetivo realizar estudos sobre a substituição das charretes por outro meio de deslocamento turístico, o grupo estará reunindo protetores para tratar do tema.

– A causa animal vai além da questão das charretes, vamos discutir a volta das castrações, a situação dos animais de rua e, especialmente a dos animais soltos nos Distritos. Mas é importante deixar claro que o fim da Comissão não impede a nossa luta e, muito menos, limita minha atuação em favor da causa. O prefeito assumiu o compromisso de encaminhar para a casa o Projeto de Lei que cria o Conselho de Proteção Animal. Nosso grupo de trabalho vai tratar dos temas importantes para a causa até lá, após a formação do Conselho continuaremos atuando para garantir e ampliar conquistas – afirma.

Gilda Beatriz comentou ainda sobre a repercussão do fim da Comissão nas redes sociais.

– É uma questão de posição, eu sou a favor da causa e assumi a defesa dos temas que envolvem os animais na Câmara desde o meu primeiro mandato. Não conheço outra maneira de trabalhar. Minhas redes sociais são públicas, meus perfis abertos e mesmo quem não é amigo pode entrar e comentar. Prezo pela transparência. Quem acompanha o meu trabalho sabe que atuo na educação, saúde, defesa da pessoa com deficiência e muitos outros temas de grande importância. Faço tudo ao mesmo tempo! O sucesso do nosso trabalho em diversas frentes é consequência – completa. 
Leia mais...

quarta-feira, 22 de fevereiro de 2017

Gilda Beatriz pede a troca de pneus de ônibus escolares em Petrópolis, RJ



Para garantir a segurança dos alunos da rede municipal de Petrópolis, RJ, Gilda Beatriz, presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, solicitou a Secretaria de Educação que seja feita a revisão e a troca de pneus de ônibus escolares que atendem no município. Segundo a vereadora, a manutenção foi um compromisso assumido pelo secretário Anderson Juliano.

“Estive pessoalmente com o secretário e apresentei algumas situações que considero preocupantes. Infelizmente, como demonstrei durante minhas fiscalizações no governo passado, a situação de alguns veículos é crítica. Na época, cheguei a acionar o Ministério Público que instaurou um inquérito civil. Fiquei feliz com o compromisso assumido pelo secretário Anderson de trocar os pneus e já protocolei a Indicação. Essa medida visa garantir a integridade de nossos alunos”, frisa Gilda Beatriz, lembrando que os ônibus escolares utilizados na cidade foram doados pelo governo do estado e obtidos também através do Programa Caminho da Escola, criado para garantir a segurança e qualidade ao transporte dos estudantes. 

“A iniciativa deve garantir um transporte escolar mais seguro para nossas crianças”, completa. 
Leia mais...

terça-feira, 21 de fevereiro de 2017

Protetores, Guarda Civil e Vereadora trabalham juntos para resgatar cavalo no Atílio Marotti



A causa animal se tornou um dos principais assuntos nas redes sociais em Petrópolis, RJ. No último fim de semana, acionada por protetores dos animais em sua página no facebook, Gilda Beatriz, vereadora que abraçou a causa no município, acionou a Guarda Civil para resgatar um cavalo no bairro Atílio Marotti.

“Recebi um pedido de ajuda para o resgate de um cavalo magro e, possivelmente machucado. Entrei em contato com Maurício Borges, Coordenador de Segurança, que prontamente, enviou a Guarda Civil para o resgate. Apesar do empenho e da procura, segundo informações, o animal foi escondido. Infelizmente este ainda é um problema que enfrentamos diariamente em diversas comunidades. Além da preocupação com o animal, temos que cuidar também da nossa segurança. Animais nas ruas podem sofrer e causar acidentes. Fica cada vez mais evidente a necessidade de políticas públicas para a causa como a criação do Conselho de Proteção Animal que será enviado à Câmara pelo executivo”, afirma.

Denúncias de maus tratos a animais podem ser feitas diretamente à Coordenadoria do Bem-Estar Animal, órgão ligado à Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, pelo telefone 22338174 / Curral de Apreensões (para animais de grande porte): 2222-7560.  

Leia mais...

sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Projeto de Lei que cria o Conselho de Proteção Animal será enviado à Câmara de Vereadores



Cumprindo um dos compromissos que assumiu com a Causa Animal, Bernardo Rossi, prefeito de Petrópolis, Região Serrana do Rio, vai encaminhar a Câmara Municipal, na próxima semana, a Indicação Legislativa de autoria da vereadora Gilda Beatriz, que pede ao executivo o envio de um Projeto de Lei que disponha sobre a criação de um Conselho Municipal de Proteção Animal.

A informação foi divulgada pela vereadora, reconhecida defensora da causa, após uma reunião na última quarta-feira (15.02).

“O prefeito demonstrou grande sensibilidade ao aceitar encaminhar o Projeto. Essa é uma luta antiga e, principalmente, uma reivindicação dos protetores dos animais. O Conselho terá como objetivo proteger e defender os animais de maus tratos, abandonos e exploração. Sejam eles domésticos, domesticados, de trabalho e tração, bem como contra sacrifícios, extermínio e vivissecção de animais. O projeto de criação do Conselho Municipal de Proteção Animal é mais um avanço para a proteção dos animais do município", frisa Gilda Beatriz.

Vereadora e protetores unem forças pela volta das castrações

“Sei da luta do prefeito Bernardo Rossi para colocar a casa em dia, pagar as contas e cumprir compromissos em todas as áreas. Mas o executivo reconheceu a importância da causa animal, agora, um de nossos principais objetivos é a volta das castrações. O município precisa de políticas públicas para atender principalmente animais de rua. O convênio entre a Prefeitura e entidades de proteção aos animais, que realizavam castrações gratuitas terminou e não foi renovado pelo governo passado. É preciso fortalecer as entidades e grupos de protetores que são braços importantes no acolhimento, cuidados básicos e na doação destes animais em feiras e divulgações pela rede, entre outras. As castrações são realizadas agora com dificuldade por pessoas que dedicam suas vidas a causa animal. Levei essa situação ao prefeito e pedi ainda que a Coordenadoria de Bem-Estar Animal tenha uma estrutura mínima para trabalhar. É uma questão de saúde pública! Fiquei Feliz em ver a disposição do prefeito em resolver os problemas”, completou. 
Leia mais...

quinta-feira, 16 de fevereiro de 2017

Mais de 200 inscrições para cursos e oficinas na Casa da Educação Visconde de Mauá



Com a intenção de preencher o espaço histórico da Casa da Educação Visconde de Mauá, cursos de artes estão sendo oferecidos para alunos da rede municipal de ensino. Ainda há vagas disponíveis para o ensino de música, dentro das modalidades canto coral e flauta. As aulas são direcionadas para crianças e adoescentes entre 8 e 18 anos e os encontros ocorrem nos dois turnos, sempre às quarta-feiras.

Mais de 200 crianças e jovens já fizeram as suas matrículas em diversos cursos e oficinas do espaço. “A Casa da Educação Visconde de Mauá investe nesta gama de oportunidades, visando o crescimento do ser humano de forma integral, aliando o conteúdo escolar já absorvido na escola com as atividades complementares, voltadas para os conhecimentos que o contato com as manifestações artísticas e culturais podem proporcionar”, disse o secretário de Educação, Anderson Juliano.

As aulas e ensaios são ministrados pela professora Mary Rios e, futuramente, a intenção é formar o grupo oficial de Canto Coral da Casa da Educação Visconde de Mauá e a turma de flautas.
Também estão disponíveis algumas vagas para a composição da Orquestra de Câmara da Casa da Educação Visconde de Mauá, com aulas sempre às terças feiras nos dois turnos, dependendo da modalidade, sob coordenação do maestro Rodrigo d’Avila.

“A princípio, o projeto atenderá aqueles alunos da rede municipal de ensino que já tiverem os instrumentos dentro das modalidades de violão, violino, violoncelo e guitarra”, afirma a diretora da Casa da Educação Visconde de Mauá, Catarina Maul.

Ainda segundo Catarina Maul, as meninas com idades entre 8 e 15 anos, que tiverem a disponibilidade de ensaios toda terça e quinta-feira, de 12h30 às 13h30, também poderão se inscrever para o preparatório das Jovens Princesas de Petrópolis. Os ensaios do Coral das Jovens Princesas de Petrópolis passaram a ser feitos na casa nesse ano, sob a regência do maestro Rodrigo d’Avila. O preparatório acontece também nas terça feira, nos períodos da manhã ou à tarde, de 9h30 às 11h30, ou de 13h30 às 15h30.

Há também vagas para o curso de inglês para crianças, teatro e informática. Os interessados devem fazer as inscrições na secretaria da Casa da Educação, que fica na Rua Barão do Rio Branco, nº 03, no horário de 8h às 17h. Mais informações podem ser obtidas através do telefone 2246-8661.
Leia mais...

terça-feira, 14 de fevereiro de 2017

Balcão de Empregos oferece 16 vagas nesta semana



O Balcão de Empregos da Prefeitura, administrado pela Secretaria de Trabalho, Assistência Social e Cidadania (Setrac), tem 16 vagas nesta semana. A Setrac tem o compromisso em fomentar a empregabilidade do município e o trabalho de intermediação do contato entre empresas e candidatos a vagas de emprego vem sendo realizado diretamente pela equipe da secretaria e divulgado toda segunda-feira.

É destinada uma vaga para as seguintes profissões: açougueiro, ajustador mecânico, auxiliar de refrigeração, confeiteiro, churrasqueiro, montador telhadista, operador de jateamento, professor de inglês, repositor de laticínio, técnico de segurança do trabalho, técnico em ar condicionado, técnico em celulares, técnico em máquina de lavar, técnico em fibra óptica, técnico em refrigeradores e torneiro mecânico.

Para cadastrar o currículo, basta que o candidato acesse no site da prefeitura a opção balcão de empregos e cadastrar o currículo. AQUI

Mais informações podem ser consultadas pelo telefone (24) 2233-8113.
Leia mais...

sexta-feira, 10 de fevereiro de 2017

Gilda Beatriz apoia lançamento do livro “Camila no Reino da Alvorada, uma princesa com síndrome de Down”



Uma mãe cuja filha tem síndrome de Down lançou uma campanha na internet para incluir personagens da Disney com múltiplas deficiências em filmes infantis. Após ver a reportagem, Luís Fernando Corrêa, 28 anos, escritor, decidiu transformar em realidade o sonho de Keston Ott-Dahl, uma moradora de Antioch, na Califórnia, mãe de Delaney, uma menina de 15 meses com síndrome de Down.

“Delaney é fã da animação Frozen. Eu fiquei impressionado com a matéria e decidi pesquisar e, para a minha surpresa, não havia uma princesa especial. Acabei envolvido por este sonho e decidi escrever um livro como uma forma de presentear todas as meninas com Down. Assim, criei Camila, uma jovem com Síndrome de Down, sonhadora, amorosa e de muita fé”, comenta Luís Fernando, frisando que encontrou em Petrópolis, RJ, o apoio de outra mãe para a realização desse projeto.
“Quando descobri que em Petrópolis havia uma vereadora que luta pelas pessoas com deficiência decidi arriscar. E assim conheci Gilda Beatriz que, imediatamente, apoiou a ideia”, explica.

Gilda Beatriz é psicóloga, especializada em educação inclusiva e mãe de uma adolescente com síndrome de Down.

“Estou muito feliz de ter feito parte da realização desse sonho! Afinal, eu tenho em casa uma princesa com síndrome de Down. Na história, o cromossomo a mais é o cromossomo do amor. Não existe definição mais fiel”, afirma a vereadora, vice-presidente da Comissão de Defesa das Pessoas com Deficiência e do Idoso da Câmara Municipal. 
Leia mais...

quinta-feira, 9 de fevereiro de 2017

Comissão de Educação diz que há indícios de irregularidades em convênio com a COMAC



Em reunião com funcionários do Centro de Educação Infantil COMAC na última terça-feira (07.02), a Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, formada pelos vereadores Gilda Beatriz, Leandro Azevedo e Luizinho Sorriso, decidiu prosseguir com as investigações em relação ao convênio firmado pela prefeitura com a instituição no governo passado, mesmo após a decisão da Secretaria de Educação de assumir a direção da COMAC.   

“Ainda estamos aguardando o levantamento solicitado a Secretaria de Educação com informações sobre o convênio, mas após documentos apresentados por funcionários durante a reunião, posso afirmar que já existem indícios de irregularidades, prova disso, é que o convênio não foi renovado porque a COMAC não possui certidões de quitação de tributos. Precisamos saber qual é a real situação da instituição uma vez que já temos ciência de débitos trabalhistas com profissionais. Estamos falando de famílias e dinheiro público, não existe a possibilidade de um acordo antes de uma profunda investigação”, comenta Gilda Beatriz, presidente da Comissão, frisando que não descarta a possibilidade de criar uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) dos Convênios.

“Durante a reunião foi unânime entre os vereadores presentes a vontade de investigar mais a fundo as informações recebidas. Para que o convênio continue à instituição tem que estar com todos os pagamentos em dia e apresentar todas as certidões de quitação”, finaliza.

Na próxima sexta-feira (10), a Comissão fará uma vistoria na instituição que conta com  242 alunos de até cinco anos matriculados. 
Leia mais...

terça-feira, 7 de fevereiro de 2017

Comissão de Defesa da Educação vai investigar convênios do governo passado



Procurada no início de fevereiro por funcionários do Centro de Educação Infantil COMAC, Gilda Beatriz,  presidente da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, recebeu informações sobre atraso no pagamento do 13º e de direitos trabalhistas de funcionários e a má qualidade da merenda. 

“Além da falta de fiscalização, fui surpreendida durante o governo passado que renovou o convênio para o ano letivo de 2016, mesmo com todos esses problemas. Diante disso, imediatamente, oficiei a Secretaria Municipal de Educação para recolher todas as informações necessárias para a instalação de uma CPI, se necessário. Estou satisfeita com a decisão do governo municipal de não renovar o convênio da COMAC já que a instituição não possui as certidões de quitação de tributos”, afirma a vereadora. 

Com a decisão, a Secretaria de Educação assumiu a direção do Centro de Educação Infantil que conta com 242 alunos de até cinco anos matriculados. 

“O prefeito Bernardo Rossi vêm demonstrando pulso firme, mas a decisão de assumir a direção, apesar de acertada, não encerra a questão. Vou cobrar da Secretaria de Educação todos os documentos sobre esse, e outros convênios, vou analisar cada centavo, onde e como foi gasto o dinheiro dos impostos do contribuinte. Estarei participando pessoalmente do processo de transição, não abro mão disso. Essa semana visitarei as duas sedes da COMAC. É um compromisso que assumi com as famílias e com os profissionais. Havendo erros ou negligência por parte do governo passado será instalada uma CPI”, completa Gilda Beatriz, lembrando que os alunos continuarão a ser atendidos no mesmo espaço.  

Leia mais...

sexta-feira, 3 de fevereiro de 2017

Vereadora Gilda Beatriz quer atendimento direcionado a idosos que têm direito à Isenção de IPTU em Itaipava


Pensando em facilitar a locomoção de idosos que moram nos Distritos, Gilda Beatriz, que é vice-presidente da Comissão de Defesa da Pessoa com Deficiência e do Idoso da Câmara Vereadores de Petrópolis, RJ, solicitou que a Secretaria de Fazenda instale um balcão de atendimento no Centro de Cidadania Desembargador Jorge Loretti, em Itaipava.

Até o momento, os pedidos de isenção devem ser protocolados apenas na sede da Secretaria de Fazenda, que fica no prédio anexo à sede da prefeitura, na AV. Koeler, 260 – Centro.

“É uma questão simples de ser resolvida, mas que pode fazer uma grande diferença para os idosos que vivem distantes. Recebi relatos de pessoas que chegam a levar mais de duas horas da Posse ao Centro para protocolar o pedido. No local existe espaço e estrutura. Atendendo o nosso pedido, o Centro de Cidadania será revitalizado pela Prefeitura e ficará ainda mais acessível. É o local ideal para o atendimento”, explica a vereadora.

Agora, além do posto do Detran, Defensoria Pública, Tribunal Regional Eleitoral (TRE), uma unidade do Centro de Referência e Assistência Social (CRAS) e um grupo de apoio de Alcoólicos Anônimos (AA), o Centro de Cidadania conta com o serviço de emissão de carteira de trabalho e balcão de empregos.

“Este será mais um passo no sentido de desburocratizar as relações do cidadão, aproximando o poder executivo de quem mais precisa do seu apoio. Tenho certeza que serei atendida em mais este pedido. Qualquer dúvida sobre a isenção, os idosos podem entrar em contato com o meu gabinete 2291-9214 ou 2291-9215”, completa.

De acordo com a Lei 6.930/12, pessoas com mais de 60 anos que possuam apenas o imóvel em que residam e têm renda de até dois salários mínimos têm direito à isenção de IPTU no município.
Leia mais...

domingo, 29 de janeiro de 2017

Dois meses após fratura, Gilda Beatriz vai retomar agenda de vistorias começando pelas escolas



Dois dias após realizar o último procedimento para retirada de dois pinos em decorrência de uma fratura grave que comprometeu sua locomoção por dois meses, Gilda Beatriz, que vai assumir nos próximos dias a presidência da Comissão de Defesa da Educação da Câmara de Vereadores de Petrópolis, RJ, falou sobre suas expectativas para a nova função.

“Ocupei a vice-presidência da Comissão durante o primeiro mandato e nesse período denuncie ao Ministério Público a falta de merenda escolar e material básico, a falta de manutenção em ônibus escolares e a grave situação de escolas com problemas estruturais que colocavam em risco a segurança de crianças e profissionais da educação. Em Secretário, cheguei a encontrar, durante uma fiscalização, uma turma estudando na varanda da escola. Infelizmente, devido à fratura, não consegui ainda retomar minha agenda de vistorias. Mas em alguns dias estarei totalmente recuperada e, apesar de ter conseguido alguns avanços com o apoio da Justiça, sei que ainda existe muito para ser feito”, comenta.

Em menos de trinta dias de mandato, Gilda Beatriz já oficiou mais de cem vezes a prefeitura.

“Sei das dificuldades encontradas pelo prefeito Bernardo Rossi e vejo sua disposição para colocar as contas do município em dia, pagar as dívidas e honrar os compromissos. Por isso, acredito que fiscalizar e sinalizar a necessidade de melhorias é à minha maneira de colaborar com o governo. Além de retomar minha agenda de vistorias, vou pessoalmente a todos os secretários para entender a real situação de cada área e apresentar pontos críticos através de Indicações. Sei que é esse o papel que aqueles que confiam em mim esperam e não vou me omitir”, pontua a vereadora.

Saúde, educação, defesa do idoso, da pessoa com deficiência e causa animal requerem imediata atenção.

“Estou em contato direto com o Secretário Silmar Fortes que vem demonstrando vontade de colocar a casa em ordem. Na educação, já encaminhei as principais demandas ao Secretário Anderson Juliano e será um dos primeiros que visitarei para discutir as intervenções solicitadas. Na defesa do idoso estou orientando para garantir um dos principais direitos conquistados nas últimas décadas, a Isenção de IPTU. Também estamos voltando com a “blitz de acessibilidade” para garantir um dos direitos fundamentais de todos, o de ir e vir. Já na causa animal, estou reassumindo a Comissão Especial que vai realizar estudos sobre a substituição das charretes por outro meio de deslocamento turístico. O prefeito Bernardo Rossi assumiu um compromisso com a causa animal e tenho certeza que muito em breve este assunto e outros de grande importância, como a volta das castrações terão uma resposta positiva. Voltando à ativa, após um curto período de recuperação, estarei pessoalmente na luta pelos avanços que precisamos. Essas são bandeiras que assumi e vou cumprir”, finaliza. 
Leia mais...

terça-feira, 24 de janeiro de 2017

Depois de lançar o “Gabinete Virtual”, Gilda Beatriz vai levar seu gabinete para os bairros



Na democracia, o ponto alto da participação popular na vida política é a eleição. Mas existem outras maneiras de interferir nas ações do Legislativo e do Executivo além do voto.

Para  Gilda Beatriz, vereadora mais votada em Petrópolis, Região Serrana do Rio, é preciso oferecer a população mecanismos para participar e cobrar.

“Quando assumi o mandato encontrei nas redes sociais uma maneira de estar mais próxima ao eleitor e, em muitos casos, receber apoio para resolver questões importantes referentes a fiscalizações e até sugestões para criação de Leis. Hoje, além de dois perfis pessoais, que recebem minha atenção nas horas vagas, inclusive aos fins de semana, criei um “Gabinete Virtual”, onde conto com o apoio da minha equipe para atender e orientar a população. Esse trabalho aumentou a demanda do gabinete no Palácio Amarelo, mas nem todos podem abrir mão de algumas horas para ir até o Centro nos procurar ou tem acesso a internet”, explica.

Segundo ela, algumas pessoas não precisam sair de casa para ter acesso ao mandato. Mas para outras, deixar de receber apoio e orientação pode fazer a diferença na hora de ter acesso à serviços básicos.

“Precisamos chegar às áreas rurais do município, dar voz a quem precisa. Quantas pessoas nos procuram apenas para saber como tirar carteira de trabalho, cadastrar-se no balcão de empregos, ter acesso à programas sociais ou apenas para saber como resolver questões burocráticas. Sou vereadora de todo município, então estou criando o “Gabinete Itinerante” onde, pelo menos uma vez por semana, estaremos nas comunidades atendendo a população”, completa.
Leia mais...

Fiscalização: Gilda Beatriz apresenta resultado da análise da água fornecida em Araras


A empresa Águas do Imperador esteve em Araras, Petrópolis, RJ, para ouvir moradores e analisar a qualidade da água atendendo à solicitação de explicações da vereadora Gilda Beatriz, que após receber uma denúncia sobre a coloração escura da água na comunidade de “Poço dos Peixes”, oficiou a concessionária responsável pelo fornecimento. 


“Segundo dados que recebemos da empresa, a qualidade da água é boa e própria para o consumo. Tive acesso à análise e a fotos de um morador que realizou a limpeza em seu reservatório, o que representou uma mudança na coloração da água que sai da torneira. A empresa é privada, mas presta um serviço público, é meu dever fiscalizar. Mas fico feliz quando conseguimos resolver as questões sem precisar de recorrer à Justiça, afinal o mais importante é que a população seja bem atendida. Questões como essa podem parecer pequenas, mas representam muito na vida da população. Em alguns casos, o que falta é orientação para ter acesso a serviços básicos e direitos”, finaliza a vereadora.
Leia mais...